Tipologia de publicação: Série de 3 vídeos animados

Produção: Equipa do projeto EDxperimentar e dupla criativa Maria Inês Carrola e Ricardo Madeira

Responsabilidade: FGS – Fundação Gonçalo da Silveira, em parceria com Casa Velha, CooLabora e Cooperativa Mandacarú

Língua: Português

Legendas disponíveis: Português

Data de publicação: Julho de 2021

Duração: Vídeos de 2 minutos

Acesso: https://youtube.com/playlist?list=PLHABkY0OZjZtfMezMWzvK21u-yk6LiaVJ

Apresentação

3 vídeos animados criados no âmbito do projeto EDxperimentar – Laboratórios de Cidadania Global e Desenvolvimento em meio escolar onde se explicam 3 abordagens educativas importantes para a aprendizagem e vivência da Cidadania em contexto escolar.

1 – Ciclo da Aprendizagem Experiencial

Uma das bases teóricas e metodológicas essenciais para a Educação para a Cidadania e a ED/ECG. A aprendizagem e vivência da Cidadania não se constrói pela memorização de conceitos, mas antes pela possibilidade de vivência de experiências que são refletidas, enquadradas em conceitos e que nos motivam para agir. Aceda aqui ao vídeo: https://youtu.be/K-GNo5CgqHk.

2 – Abordagem Whole-School

Uma das lentes de compreensão, propostas pela Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania (ENEC), para entendermos como a escola pode ser um local de aprendizagem e vivência da Cidadania. Aceda aqui ao vídeo: https://youtu.be/RIKGZEQPJ9s.

3 – Trabalho Colaborativo e Cidadania

Uma das dimensões essenciais da Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global, pois permite a construção de relações colaborativas com outras pessoas e a construção de soluções aos problemas da vida coletiva que vão surgindo. Aceda aqui ao vídeo: https://youtu.be/o_tRbPK4Dlc.

Vídeos produzidos no âmbito do projeto EDxperimentar: Laboratórios de Cidadania Global & Desenvolvimento em meio escolar, promovido pela FGS – Fundação Gonçalo da Silveira, em parceria com Casa Velha, CooLabora e Cooperativa Mandacarú. Cofinanciado por Camões, IP. e pelo Projeto Presidência “Por uma Europa aberta, justa e sustentável no mundo”.

ARQUIVOS

Compartilhe nas suas redes