A carregar Eventos
Este evento já decorreu.

A história das editoras cartoneras começa com um toque de fábula trágica. Era uma vez um país abaixo da famosa linha do Equador mergulhado em mais uma de suas costumeiras crises cíclicas. É o contexto no qual emerge a primeira editora cartonera do mundo; hoje calcula-se que funcionam mais de 150 no mapa do planeta.

Criadas por pequenos grupos de pessoas ligadas ao fazer literário e cultural, em certos casos também a coletivos com preocupações políticas e sociais, as editoras cartoneras funcionam muitas vezes como propostas de intervenção para lançar vozes e linguagens de sujeitos sempre silenciados, para tornar a escrita e a leitura práticas de maior incidência na vida cotidiana, sobretudo entre setores que historicamente estiveram à margem da cultura letrada.

A exposição que aqui se apresenta é apenas uma pequena amostra do heterogêneo universo dos livros cartoneros. O visitante poderá observar o que editoras de diversos países de América Latina, Europa e África publicam e a forma singular como elaboram seus livros. O espírito que a guia é o de possibilitar que o público português conheça a proposta editorial que nasceu da precariedade e hoje se espalha por diferentes sertões do mundo. [Excertos de um texto de Gaudêncio Gaudério, Vento Norte Cartonero]

São mais de 100 livros de 19 países.

Através de uma parceria diversa, que o projeto Sinergias ED integrou, foram criadas as condições para a exposição ser conhecida em várias localidades de Portugal.

Go to Top