Autora: Manuela Sousa Franco Rodrigues

Orientadora: Maria Luísa Vieira das Neves

Natureza do estudo: Relatório Final de Prática de Ensino Supervisionada – Mestrado em Ensino do 1.º CEB e de Matemática e Ciências Naturais no 2.º CEB

Instituição: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo

Ano: 2019

Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2311

Resumo

A sociedade atual é caracterizada por uma intensa globalização, deparando-se com enormes problemas à escala mundial. Milhões de pessoas continuam a viver na pobreza, sendo-lhes negada uma vida com o mínimo de qualidade. As desigualdades entre países e dentro do próprio país continuam a aprofundar-se, os conflitos agravam-se, as ameaças globais de saúde e desastres naturais são mais frequentes e intensos. Os media e a velocidade com a qual atingem a sociedade permitem um fluxo de informação rápido entre as populações tornando estes problemas cada vez mais evidentes. A escola é um lugar privilegiado para abordar estes assuntos, contribuindo assim para a formação de cidadãos informados, com valores, competências e atitudes, que lhes permitam agir em prol da criação de uma sociedade mais justa e sustentável. Tendo em conta este pressuposto, foi desenvolvido o presente estudo, com a finalidade de perceber se as aulas de Ciências Naturais podem contribuir para a Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global. Para orientar a investigação delinearam-se as seguintes questões: (1) Que conexões é possível estabelecer entre os conteúdos relativos aos microrganismos e problemas sociais e as dimensões da Educação para o Desenvolvimento?; (2) O recurso aos media pode contribuir para a educação em ciências e para a educação para o desenvolvimento?; (3) Qual o impacto de uma intervenção pedagógica pensada numa perspetiva de Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global nas opiniões e atitudes dos alunos sobre temas/problemas da sociedade atual?. Tendo em conta a natureza do estudo privilegiou-se uma metodologia de cariz qualitativo. A recolha de dados recorreu à observação, questionários, registos audiovisuais e documentos. Os participantes foram 21 alunos de uma turma do 6º ano de escolaridade. Desenvolveram-se atividades partindo de factos reais, integrando objetivos curriculares com objetivos de Educação para o Desenvolvimento de modo a proporcionar aos alunos uma melhor compreensão dos problemas subjacentes ao mundo para serem capazes de exercer uma cidadania ativa e responsável tendo em conta o bem comum. Os resultados obtidos evidenciaram que: (1) a articulação das temáticas de Educação para o Desenvolvimento com conteúdos de Ciências Naturais é possível; (2) o recurso aos media revelou-se uma mais-valia na motivação dos alunos para as aprendizagens pretendidas; (3) a intervenção pedagógica permitiu que os alunos aprendessem conteúdos científicos e ao mesmo tempo refletissem sobre problemas sociais e ambientais, mudando as suas opiniões e atitudes e propondo soluções para transformar o mundo num lugar melhor.

Palavras-chave: Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global; Ciências Naturais; Microrganismos; Problemas Sociais; Literacia de informação.

Abstract

Today’s society is characterized by intense globalization and huge problems worldwide. Millions of people continue to live in poverty, din terrible conditions, inequalities within and within countries continue to deepen, conflicts escalate, global health threats and natural disasters are more frequent and intense. The media and the speed with which they reach society allow a rapid flow of information between populations making these problems increasingly evident. The school is a privileged place to address these issues, thus contributing to the formation of informed citizens with values, skills and attitudes, enabling them to act to create a fairer and more sustainable society. Given this assumption, the present study was developed to understand if Natural Science classes can contribute to Education for Development and Global Citizenship. To guide the research, the following questions were outlined: (1) What connections can be established between the contents of microorganisms and social problems and the dimensions of Education for Development? (2) Can the use of media contribute to science education and development education?; (3) What is the impact of a pedagogical intervention designed from a perspective of Development and Global Citizenship Education on students’ opinions and attitudes about themes / problems in today’s society? Considering the nature of the study, a qualitative methodology was privileged. Data collection used observation, questionnaires, audiovisual records and documents. The participants were 21 students from a 6th grade class. Activities arising from real facts were developed, integrating curriculum objectives with Developmental Education objectives to provide students with a better understanding of the underlying problems of the world in order to be able to exercise active and responsible citizenship taking into account the common good. The results showed that: (1) the articulation of the themes of Education for Development with Natural Sciences contents is possible; (2) the use of the media proved to be an added advantage in motivating students for the intended learning goals; (3) the pedagogical intervention allowed students to learn scientific content while reflecting on social and environmental problems, changing their opinions and attitudes and proposing solutions to make the world a better place.

Keywords: Development and Global Citizenship Education; Natural Sciences; Microorganisms; Social problems; Information literacy.

ARQUIVOS

Compartilhe nas suas redes