A análise cuidada de Teresa Cunha sobre “As pazes e o piar dos pássaros” convida-nos a repensar a paz além da ausência de guerra.

O texto desafia o mito da eficácia da violência na nossa sociedade, salientando a urgência de fazer as pazes não apenas entre as nações, mas dentro de nós e com a natureza.

Quando se debruça sobre a experiência das mulheres em tempos de guerra, Teresa destaca que para elas, a paz é uma jornada contínua, indo além dos cessar-fogo.

Num contexto global de guerras e crises, a construção da paz emerge como um compromisso diário. Este editorial é mais que uma reflexão sobre o nosso papel individual na construção da paz; é um apelo à ação porque afinal, a paz é a construção ativa de um mundo onde todos possamos viver bem, juntos. 🌍

👉 Veja o vídeo da reflexão de Teresa Cunha em: https://bit.ly/3R4fLqz
👉 Consulte, leia e descarregue o editorial em: https://bit.ly/3swguaC

Boas leituras, reflexões e ações!

Published On: 26/11/2023

Compartilhe nas suas redes

VER OUTRAS NOTÍCIAS