HomeRevistaMostrando produtos por etiqueta: Consumo

Título da dissertação: Educação para a diversidade biocultural e desenvolvimento sustentável nos primeiros anos de escolaridade

Autora: Bruna Filipa Fonseca Batista

Natureza do estudo: Relatório de Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico

Instituição: Universidade de Aveiro

Ano: 2017

Disponível em: http://hdl.handle.net/10773/22829

 

Resumo

O presente relatório de estágio, elaborado a partir de um projeto de intervenção com uma turma de 2.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico, teve como principal objetivo a elaboração de uma revisão teórica que nos permitisse a conceção, implementação e avaliação de atividades relativas à diversidade biocultural concebidas sob a alçada da Educação para o Desenvolvimento Sustentável. Caracterizado como um estudo de caso do tipo investigação-ação que procedeu a uma análise de dados qualitativa, a partir de uma análise de conteúdo, os dados recolhidos pretenderam refletir sobre o desenvolvimento das crianças ao nível cognitivo e atitudinal assim como a adequação das estratégias pedagógico-didáticas. As unidades de registo foram recolhidas através da observação, dos recursos produzidos pelo grupo de intervenção e das entrevistas áudio e vídeo realizadas a cada uma das crianças. Os resultados do tratamento e análise dos dados demonstram que as crianças adquiriram conhecimentos e desenvolveram atitudes relativas à diversidade biocultural e à compreensão do seu papel enquanto cidadãs de um mundo global e caracterizado pela diversidade, reconhecendo a importância que têm na vida do Outro e vice-versa, valorizando a diferença e evidenciando uma atitude de abertura e respeito pela diversidade biocultural. A investigação aponta ainda para a contribuição que o tratamento da diversidade biocultural pode ter na consciencialização das crianças e mobilização de competências rumo à sustentabilidade biocultural, assente naqueles que são os pilares de uma Educação para o Desenvolvimento Sustentável e mediada por um processo educativo holístico, com a participação de toda a comunidade, interdisciplinar e promotor de um questionamento crítico que possa conduzir a desenvolver a capacidade de resolução de problemas.

Palavras-chave: Educação; Diversidade Biocultural; Desenvolvimento Sustentável; Consumo; Sustentabilidade Biocultural.

 

Abstract

This work report, drawn up from an intervention project with a 2nd year class of the 1st Cycle of Basic Education, had as main objective the elaboration of a theoretical revision that allowed us to design, and then proceed to the implementation and evaluation of activities related to biocultural diversity conceived under the umbrella of Education for Sustainable Development. Characterized as a case-study of the action-research type sustained on qualitative data content analysis, the collected data sought to reflect on the development of children’s cognitive and attitudinal skills as well as the adequacy of pedagogical-didactic strategies. The results of data analysis demonstrate that children have both acquired knowledge and developed attitudes towards biocultural diversity, through the understanding of their role as citizens of a global world characterized by diversity, recognizing the importance they have in the life of the Other and vice-versa, valuing difference and showing an attitude of openness and respect for biocultural diversity. The study also points to the contribution that the treatment of biocultural diversity can have in children’s awareness, as well as in the mobilization of competences towards biocultural sustainability, based on those pillars of an Education for Sustainable Development and mediated by a holistic educational process, with the participation of the whole community, interdisciplinary and promoter of critical questioning that can lead to the development of the capacity to solve problems.

Keywords: Education; Biocultural Diversity; Sustainable Development; Consumption; Biocultural Sustainability.