HomeRevistaRevista nº 8 - Questionamentos, reflexões e intervenções (fev 2019)

Revista nº 8 - Questionamentos, reflexões e intervenções (fev 2019)

 

Revista nº 8 - Questionamentos, reflexões e intervenções

 

Editorial

 

O presente número da revista Sinergias - diálogos educativos para a transformação social reveste-se de uma especial importância, uma vez que surge na transição entre a 2.ª e a 3.ª edição do projeto que lhe deu forma.

A 2.ª edição, decorrida entre junho de 2016 e julho de 2018, alcançou, entre outros resultados, um fortalecimento das relações entre Instituições de Ensino Superior (IES) e Organizações da Sociedade Civil (OSC) em torno de preocupações comuns, como a Colaboração e o Conhecimento, temáticas que deram o mote para o II Encontro Internacional Sinergias ED, que marcou o encerramento dessa edição. A nova edição do projeto (2018-2020) centra-se na dinamização de uma Comunidade de ED, que ganha corpo a partir dos e das participantes nas anteriores edições do projeto, e que pretende ser a semente de uma maior consolidação do diálogo entre investigação e ação em ED em Portugal. Esta Comunidade irá estruturar o seu trabalho em torno a 4 eixos que se inter-relacionam: Colaboração, Conhecimento, Capacitação e Comunicação.

Neste número da Revista Sinergias, apesar da ausência de um tema específico, apresenta-se o resultado de um processo construído a partir de contribuições espontâneas e de convites dirigidos a autoras e autores com ligações às atividades do Sinergias ED. Em todos os artigos podem ser encontradas reflexões sobre alternativas que importam aos campos da educação para o desenvolvimento, da cidadania global e da transformação social. Estas reflexões impõem-se numa atualidade onde as posições extremadas e populistas estão a ganhar terreno.

O número abre com uma proposta de um coletivo de arte/educação, do qual fazem parte Vanessa Andreotti, Sharon Stein e Rene Susa, para uma ferramenta pedagógica na forma de uma cartografia social incentivadora de conversas e reflexões sobre a nossa existência coletiva num planeta que enfrenta crises inéditas. Os e as autoras propõem um diagnóstico do mundo atual e a possibilidade da criação de um novo horizonte, movendo-nos em conjunto para a emergência de um “mundo melhor”.

Seguindo este rastro, Hugo Marques discute a importância de incorporar a dimensão local e experiencial nos espaços de aprendizagem, relacionando esses saberes com a dimensão global. O autor questiona ainda a construção das relações nos espaços de aprendizagem e pretende contribuir para um novo “sentir” do Mundo.

Os horizontes rasgados pelos anteriores autores impelem à exploração da relação entre a Educação Emocional e a Educação para o Desenvolvimento. É esta a reflexão proposta por María Martínez Lirola no seu artigo, no qual se ilumina a relevância desta relação recíproca na formação integral do Ser Humano.

Os dois artigos que se seguem têm origens num âmbito mais interno do projeto. No âmbito do Encontro Internacional Sinergias para a Transformação social - colaboração e conhecimento, em junho de 2018, a Associação Tartaruga Falante dinamizou uma peça sobre assédio sexual, com base no “sentir” do Teatro do Oprimido. No artigo coletivo redigido por elementos desta associação, conheceremos mais sobre a proposta metodológica e o percurso da peça dinamizada, refletindo também sobre a utilização do teatro-fórum como instrumento de transformação.

A rubrica encerra com um artigo na primeira pessoa sobre o processo de avaliação externa da 2.ª edição do projeto Sinergias ED, realizada pela Associação A3S. Seguiremos o testemunho de Carlota Quintão, a qual expressa os desafios percecionados e os novos questionamentos mobilizados por este processo. O artigo finda com a apresentação resumida da trajetória dessa edição do projeto, onde se dá conta dos resultados alcançados ao longo dos dois anos de trabalho.

A secção de “Debate” é, à semelhança da anterior, composta por documentos com origem no âmbito do projeto Sinergias ED e contributos internacionais. Apresenta-se o Documento de Posicionamento do Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto (CEAUP), no qual o grupo de investigação em Educação, Desenvolvimento e Cidadania Global deste centro de investigação se posiciona face ao papel da Educação para o Desenvolvimento no mundo atual. Dando eco a algumas das ligações internacionais do projeto Sinergias ED, apresenta-se, também, o Manifesto da Universidade de Costa Rica - inserido no contexto da celebração dos 100 anos da Reforma de Córdoba - em defesa da universidade pública e de uma ação social transformadora. Ainda nesta secção, edita-se o discurso de Oscar Jara, educador popular e sociólogo, aquando da atribuição da menção de Doctor Honoris Causa, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Brasil), em reconhecimento pela sua intervenção na promoção e defesa da Educação Popular.

Josep (Pepe) Menéndez, especialista em processos de transformação profunda da educação, debruça-se sobre a finalidade da educação e a sua ligação com o atual contexto global. O papel da escola enquanto local de criação de projetos de vida e de cidadania, a necessidade de se repensar os processos pedagógicos e torná-los “transparentes”, os desafios que a utilização da inteligência artificial traz para a educação são alguns dos temas desenvolvidos nesta “Entrevista”, realizada neste número por Sara Borges.

Dedica-se a rubrica “Documento-chave” à nova Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2018-2022). Este documento, orientador da política pública na área da Educação para o Desenvolvimento / Educação para a Cidadania Global em Portugal, é comentado por Rita Santos e Sílvia Roque, investigadoras no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES) e membros da equipa responsável pela sua elaboração.

O número 8 da revista Sinergias encerra com as habituais apresentações de “Publicações Recentes” e de “Teses”, que reforçam a possibilidade de construir conhecimento(s) com diferentes perspetivas e perceções, norteadas pela transformação social.

A equipa coordenadora do projeto Sinergias ED deseja que a leitura deste novo número seja inspiradora e geradora de questionamentos, reflexões e intervenções.

 


Ficha Técnica

Nome da Revista: “Sinergias – diálogos educativos para a transformação social”.

Propriedade: Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto (CEAUP) e Fundação Gonçalo da Silveira (FGS), no âmbito do projeto Sinergias ED: consolidar o diálogo entre investigação e ação na Educação para o Desenvolvimento em Portugal, cofinanciado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, apoiado pela Reitoria da Universidade do Porto.

Periodicidade: Semestral.

Grafismo e Paginação: Megaklique e Rui da Silva.

Edição: Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto (CEAUP) e Fundação Gonçalo da Silveira (FGS).

Conselho Científico: Alejandra Boni (INGENIO-CSIC, Univ. Politècnica de València.ES), Alexandre Furtado (Fundação para a Educação e Desenvolvimento.GB), Ana Isabel Madeira (Inst. Educação-Univ. de Lisboa.PT), Antónia Barreto (Escola Superior de Educação e Ciências Sociais-Inst. Politécnico de Leiria.PT), Cristina Pires Ferreira (Univ. de Cabo Verde.CV), Douglas Bourn (Inst. of Education-Univ. of London.UK), Elizabeth Challinor (Centro em Rede de Invest. em Antropologia-Univ. do Minho.PT), Filipe Martins (Centro Estudos de Desenv. Humano da Univers. Católica Portuguesa; Rede Inducar.PT), Júlio Santos (Centro de Estudos Africanos da Univ. Porto.PT), Karen Pashby (Univ. of Manchester.UK), Liam Wegimont (Global Education Network Europe), Luísa Teotónio Pereira (Global Education Network Europe), Manuela Mesa (Centro de Educación e Investigación para la Paz.ES), Maria Helena Salema (Inst. Educação-Univ. de Lisboa.PT), Maria José Casa-Nova (Inst. Educação-Univ. do Minho.PT), María Luz Ortega (Univ. Loyola Andalucia.ES), Matt Baillie Smith (Northumbria Univ.UK), Nuno da Silva Gonçalves (Pontificia Univ. Gregoriana.IT), Teresa Toldy (Univ. Fernando Pessoa.PT), Vanessa de Oliveira Andreotti (Univ. of British Columbia.CAN).

Conselho Editorial: Joana Costa, Jorge Cardoso, La Salete Coelho e Sara Borges

Avaliadores do presente número: Ana Cano-Ramírez (Universidad de Las Palmas de Gran Canaria), Filipe Martins (Centro Estudos de Desenv. Humano da Univers. Católica Portuguesa; Rede Inducar), Laure Dewitte (Mandacaru - Cooperativa de Intervenção Social e Cultural, C.R.L.), Miguel Silva (Centro de Estudos Africanos da Univ. Porto e Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Univ. Nova de Lisboa), Vanessa Marcos (Rede Inducar).

Traduções, revisão gráfica e de textos: Ángeles Jiménez, Joana Costa, Jorge Cardoso, La Salete Coelho, Manuela Salvador Cunha, Rui da Silva e Sara Borges.

Informações de depósito legal e issn: ISSN 2183-4687

Revista com arbitragem científica: os artigos são da responsabilidade dos seus autores.

 


Para melhor o podermos fazer, convidamos os leitores a partilhar connosco os seus comentários e sugestões para os próximos números, para os seguintes contactos:  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  e  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .