HomeRevistaResumos de TesesDa Educação para o Desenvolvimento à Educação para a Cidadania Global: uma leitura crítica e pós-colonial

Da Educação para o Desenvolvimento à Educação para a Cidadania Global: uma leitura crítica e pós-colonial

Título da Tese: Da Educação para o Desenvolvimento à Educação para a Cidadania Global: uma leitura crítica e pós-colonial

Autora: Dalila Margarida Pinto Coelho

Orientadora: Isabel Menezes e João Caramelo

Natureza do estudo: Tese de Doutoramento em Ciências da Educação

Instituição: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto

Ano: 2019

Disponível em: https://hdl.handle.net/10216/119864

 

Resumo:

Este trabalho centra-se na compreensão e problematização dos discursos de atores do campo da educação para o desenvolvimento e cidadania global (ED/ECG) em Portugal, procurando perceber os contornos da transição discursiva em curso (do desenvolvimento à cidadania global) e as “orientações discursivas” (Andreotti, 2011, 2016a) existentes. A partir de um prisma interpretativo, suportado em perspetivas críticas e pós-coloniais dos campos da educação, da cidadania e do desenvolvimento, o trabalho desenvolvido adotou um desenho metodológico de natureza mista de tipo multifase (Creswell, 2012; Bryman, 2006), tendo como interlocutores atores da ED em Portugal, de modo particular, da esfera das organizações não-governamentais para o desenvolvimento (ONGD). Para tal, para além de análise documental, realizaram-se entrevistas exploratórias junto de especialistas nacionais, fez-se a análise de websites de ONGD que trabalham nesta área e entrevistas de profundidade junto dos/das respetivos/as profissionais, e um inquérito por questionário, destinado a profissionais de educação para o desenvolvimento e cidadania global de variados contextos de intervenção e a participantes de iniciativas na área. Dos estudos realizados resultaram quatro artigos, integrados no corpo desta tese.

Tratando-se de uma área escassamente investigada no nosso país, este trabalho é um contributo para a investigação nacional, particularmente, no plano do debate concetual e para a reflexão em torno da mesma no âmbito das Ciências da Educação. Os resultados, discutidos à luz de perspetivas críticas e pós-coloniais, apontam para a importância de tomar em consideração os legados decorrentes da origem e evolução desta área para a compreensão da transição discursiva e das tensões substantivas identificadas. Confirmam, ainda, o pluralismo ideológico existente sobre a definição, a natureza e os propósitos da educação para o desenvolvimento e cidadania global, sugerindo, no entanto, o predomínio de visões humanistas. Argumenta-se em torno da necessidade de um posicionamento crítico face a esta prevalência, ao correspondente imaginário associado à cidadania global e a ser-se cidadão e cidadã global, e sustenta-se a importância de se investir em perspetivas contra-hegemónicas nesta educação, nomeadamente, pós-coloniais.

Este trabalho foi apoiado por fundos nacionais, através da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, IP, e pelo Fundo Social Europeu (FSE), através do Programa Operacional do Capital Humano (POCH) do Portugal 2020 [bolsa com a ref.ª PD/BD/105706/2014], no âmbito do Programa de Doutoramento FCT em Ciências da Educação da Universidade do Porto; e por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do Programa Estratégico do CIIE [ref.ª UID/CED/00167/2013].

Palavras-chave: Educação para o Desenvolvimento; Educação para a Cidadania Global; Orientações Discursivas; Pós-colonial; Portugal.

 

Abstract:

From Development Education to Global Citizenship Education: a critical and postcolonial reading

The current work is focused on understanding and problematizing the discourses of development education and global citizenship education (DE/GCE) actors in Portugal. It seeks to apprehend aspects of the ongoing discursive transition (from development to global citizenship) and the existent “discursive orientations” regarding the field (Andreotti, 2011, 2016a). Relying on an interpretative stance, supported by critical and postcolonial perspectives from education, citizenship and development, a multiphase mixed methods design (Creswell, 2012; Bryman, 2006) was adopted. The research was conducted with actors working in this field in Portugal, particularly, in the scope of non-governmental development organizations (NGDOs).

Besides document analysis, we conducted exploratory interviews with national experts, analysed the websites of NGDOs working in the field, collected in-depth interviews with their practitioners, and finally, a survey aimed at DE/GCE practitioners from various professional contexts and participants in DE/GCE actions. Based on the studies performed, four papers were elaborated and integrated in the current thesis.

Considering that the field of DE/GCE has been insufficiently addressed in terms of research in Portugal, this work contributes to the national research, particularly, at the level of the conceptual debate, and to the reflection regarding this education in the scope of Educational Sciences as well. The results, discussed from critical and postcolonial perspectives, point out the importance of considering the legacies related to the origins and evolution of this education, for a comprehensive understanding of the ongoing discursive transition and of substantive tensions identified. Furthermore, results confirm the ideological pluralism crossing the field, in what concerns its definition, nature and purpose, however, suggesting a predominance of humanist discourses. We argue for the need of a critical positioning towards such prevalence, and in the imaginary of global citizenship and being a global citizen comprised, asserting the importance of investing in counter-hegemonic perspectives in the field, namely, postcolonial.

This work was supported by the Portuguese Foundation for Science and Technology (FCT) and by the European Social Fund – Human Capital Operational Programme (POCH) from Portugal 2020 Programme –, under the Doctoral Programme in Education of the University of Porto [PhD fellowship grant no.  PD/BD/105706/2014]; and by the Portuguese Government, through the FCT, under the strategic funding awarded to CIIE – Centre for Research and Intervention in Education [grant no. UID/CED/00167/2013].

Keywords: Development Education; Global Citizenship Education; Discursive Orientations; Postcolonial; Portugal.