HomeRevistaResumos de TesesAbre os olhos e a mente! A aula de História e Geografia de Portugal como ponto de partida para promover a Educação para a Cidadania Global

Abre os olhos e a mente! A aula de História e Geografia de Portugal como ponto de partida para promover a Educação para a Cidadania Global

Título da Tese: Abre os olhos e a mente! A aula de História e Geografia de Portugal como ponto de partida para promover a Educação para a Cidadania Global

Autora: Daniela Filipa Lima Caramalho

Orientadora: Sónia Catarina da Silva Cruz

Natureza do estudo: Relatório Final de Prática de Ensino Supervisionada do Mestrado em Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico e de Português e História e Geografia de Portugal no 2.º Ciclo do Ensino Básico

Instituição: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo

Ano: 2018

Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2121

 

Resumo:

Apresenta-se um estudo desenvolvido no âmbito da unidade curricular de Prática de Ensino Supervisionada, realizado no mestrado de Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico e de Português e História e Geografia de Portugal no 2.º ciclo do Ensino Básico, na Escola Superior de Educação de Viana do Castelo. O estudo foi efetuado na disciplina de História e Geografia de Portugal, no 6.º ano de escolaridade, no âmbito da Educação para o Desenvolvimento. Entendendo como missão do professor a necessidade de formar os jovens para o respeito pelos Direitos Humanos e para a solidariedade entre todos os povos, decidimos centrar o nosso estudo numa temática muito particular da Educação para o Desenvolvimento e para a Cidadania Global: os refugiados de guerra da Síria. Assim, partindo do ensino formal do tema relativo à construção da União Europeia, desenvolvemos uma pesquisa que teve como propósito compreender que ideias, alunos do 6.º ano de escolaridade, apresentam relativamente à problemática da aceitação ou não aceitação dos refugiados sírios em Portugal. Neste contexto, a investigação contou com 16 participantes, tendo-se optado por um paradigma de investigação qualitativo. Como técnicas de recolha de dados recorremos à observação direta (sendo as notas de campo registadas num diário de bordo), ao inquérito por questionário e à análise documental (documentos produzidos pelos alunos). Os resultados obtidos levam-nos a concluir que é exequível integrar a Educação para o Desenvolvimento nas aprendizagens de História e Geografia de Portugal, neste caso foi possível articular com sucesso a temática da aceitação dos refugiados de guerra com o ensino da União Europeia. Além disso, os alunos demonstraram uma evolução positiva das suas conceções entre o início e o final do estudo, demonstrando progressivamente empatia por quem se encontra na situação de refugiado de guerra. Concluímos este trabalho com uma reflexão sobre o caminho pedagógico que consideramos urgente implementar para a formação de cidadãos conscientes e participativos na construção de uma sociedade de pleno direito para todos.

Palavras-chave: História e Geografia de Portugal; Educação para o Desenvolvimento; Refugiados; Direitos Humanos.

 

Abstract:

This report summarizes the pedagogical path developed during the intervention in the educational context in the academic year 2017/2018, highlighting the way we create didactic sequences for the different curricular areas, the developed pedagogical materials and our involvement in the educational communities. Thus, the framework of the two interventions is performed, one in the 1st CEB (which translates to Basic Education Cycle in English) and another in the 2nd CEB, as well as the presentation of the study carried out in the subject of History and Geography of Portugal, in the 6th year of schooling in the scope of the Development Education. As we understand the teacher's mission to be the need to train young people to respect Human Rights and solidarity among all peoples, we decided to focus our study on a very particular theme of Development and Global Citizenship Education: war refugees of Syria. Thus, starting from the formal education of the theme related to the construction of the European Union, we developed a study whose purpose was to understand what ideas 6th grade students have regarding the issue of acceptance or non-acceptance of Syrian refugees in Portugal. In this context, the research had the participation of 16 students and therefore we opted for a qualitative research paradigm, with some quantitative treatment. As data collection techniques we used direct observation (field notes being recorded in a logbook), questionnaire surveys and documentary analysis (documents produced by the students). The results obtained lead us to conclude that it is feasible to integrate Development Education in the learning of History and Geography of Portugal, in this case it was possible to articulate successfully the theme of acceptance of war refugees with the teaching of the European Union. In addition, the students demonstrated a positive evolution of their conceptions between the beginning and the end of the study, demonstrating progressively empathy for those who are in the situation of war refugee. We conclude this paper with a reflection on the path traced so far.

Keywords: History and Geography of Portugal; Development Education; Refugees; Human Rights.