HomeRevistaResumos de TesesExperiências de Aprendizagem em História e Geografia para uma Educação Global: as Representações Sociais dos Alunos

Arquivo

Categorias principais

Experiências de Aprendizagem em História e Geografia para uma Educação Global: as Representações Sociais dos Alunos

 

Título da dissertação: Experiências de Aprendizagem em História e Geografia para uma Educação Global: as Representações Sociais dos Alunos

Autor/a: Flávio António Soares do Couto

Natureza do estudo: Dissertação de Mestrado

Instituição: Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Ano: 2013

Disponível em: https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/70674

 

 

Resumo

O presente trabalho foi desenvolvido no contexto de iniciação à prática profissional do Mestrado em Ensino de História e Geografia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. A nossa investigação centrou-se no estudo das Representações Sociais dos alunos acerca do conceito de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento/Desenvolvimento Sustentável.

Este trabalho encontra-se organizado em duas partes: a primeira de enquadramento teórico e a segunda de fundamentação metodológica e empírica. No enquadramento teórico apresentamos uma definição para Cooperação Internacional para o Desenvolvimento, a sua evolução histórica e explicitamos alguns conceitos convergentes com esta noção. Exploramos igualmente alguns vetores significantes do conceito de representações sociais e realizamos uma abordagem à sua importância para o ensino. Por fim, fundamentamos os conceitos referidos na perspectiva dos documentos oficiais/oficiosos da educação Histórica e Geográfica em Portugal.

Relativamente à parte de fundamentação metodológica e empírica deste trabalho, esta insere-se num contexto de estágio pedagógico realizado no ano letivo 2012/2013, nas áreas disciplinares de História e Geografia, na Escola de 2.º e 3.º Ciclo do Ensino Básico Gomes Teixeira (Porto).

A análise e interpretação dos dados recolhidos na nossa investigação revelaram que os inquiridos estudados, estabelecem uma conexão entre a essência da Cooperação Internacional para o Desenvolvimento e as noções de ajuda e de auxílio. No entanto, quando o paradigma do Desenvolvimento Sustentável é vinculado ao de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento esta passa a manifestar-se de formas distintas. Assiste-se a alterações na dimensão/alcance da Cooperação, assim como a diferenças nos motivos e nos tipos de Ajuda Pública ao Desenvolvimento. Para além disto, quando se trata de alterar os hábitos da vida quotidiana e/ou futura dos alunos, nota-se uma maior resistência nas suas convicções.

Em última instância, pretende-se que o conhecimento das representações sociais e a sua operacionalização, expostos no presente trabalho, contribuam para uma maior descentralização dos problemas educacionais, de modo a impulsionar uma constante otimização do ato educativo.

Palavras-chave: Ensino; História; Geografia; Representações Sociais; Cooperação Internacional; Desenvolvimento; Desenvolvimento Sustentável.

 

Abstract

This essay was developed as part as the initiation into the professional practice, integrated in the Master’s Degree in Teaching History and Geography of the Faculdade de Letras of the University of Porto.

This research is focused on the study of social representations of students about International Cooperation for Development/Sustainable Development. The essay is divided into two different parts: the theoretical framework and the methodological foundation.

In the theoretical framework we present a definition for International Cooperation for Development, its historical evolution, and some concepts that converge with this notion. We also explore some significant vectors of the concept of social representations and we perform an approach to its significance/impact in education. Finally we establish the fundaments of these concepts in the perspective of official/unofficial Historical and Geographical documents of the Portuguese educational system.

The methodological foundation of this work is developed under the teaching practice carried out in the academic year of 2012/2013, in the disciplines of History and Geography at  Escola EB 2, 3 Gomes Teixeira (Porto).

The analysis and interpretation of the collected data revealed that the students inquired establish a relationship between the essence of International Cooperation for Development and the ideas of help and assistance. However, when the paradigm of Sustainable Development is associated with International Cooperation for Development the responses differ. We witness changes in the size/range of Cooperation concept, as well as differences in motivation and types of Official Development Aid. Furthermore, when it comes to changing daily habits and/or the future of the students, we witness an increase in resistance beliefs.

Ultimately, it is expected that the knowledge of social representations and their intervention/influence, as exposed in this work, contributes to a greater decentralization of educational problems and boosts a constant optimization of the educational practice.

Keywords: Education; History; Geography; Social Representations; International Cooperation; Development; Sustainable Development.