HomeRevistaPublicações recentesManual É de Género?

Arquivo

Categorias principais


  • Autor(es): Filipe Martins (coordenação), Susana Constante Pereira, Patrícia São João, Elisabete Carvalho Monteiro
  • Língua: Português
  • Data de publicação: 2015
  • Nº de páginas: 133
  • Acesso: http://www.edegenero.pt/pdf/manual_edegenero.pdf
 
 

Apresentação

O Manual É de Género pretende facilitar o acesso à informação, promover a reflexão e a capacitação, o pensamento crítico, sublinhar a importância da Igualdade de Género, que diz respeito a homens e a mulheres, em várias dimensões e a múltiplas escalas.

A abordagem pedagógica proposta oferece a oportunidade de explorar conteúdos que vão desde os vários domínios da promoção da igualdade de género, até à evolução de mentalidades e o mainstreaming de género, partindo de três conceitos-chave: cidadania global, diversidade e igualdade de género. Ao longo de treze sessões de noventa minutos cada, propõe-se o aprofundamento de quatro dimensões fundamentais para pensar a Igualdade de Género numa perspetiva de cidadania global: a Família, a Educação, a Atividade Profissional e a Participação Cidadã.

Trata-se de um recurso pedagógico de educação não formal, dirigido a agentes educativos e de intervenção social, como professores/as, educadores/as sociais, animadores/as socioculturais, trabalhadores/as socioeducativos em prol dos/as jovens, líderes juvenis, entre outros, e adequado a contextos de formação e aprendizagem que promovam uma maior consciência e ofereçam ferramentas para agir.

Porque a mudança a nível local e grupal levará certamente à evolução de mentalidades, gerará mudanças pessoais, relacionais e sociais e, consequentemente, criará as condições para uma transformação global.

O Manual foi desenvolvido no âmbito do projeto É de Género? (2012-2016), promovido pela Rosto Solidário em parceria com a Rede Inducar, responsável pela conceção do mesmo. Este projeto contou com o cofinanciamento do Programa Cidadania Ativa (EEA Grants) entre março de 2014 e fevereiro de 2016.